Direitos HumanosSociedadeÚltima hora!
Tendência

A Associação Rede dos Direitos Humanos-RDH Condena com veemência da tentativa de ameaça de morte ao Professor Nuvunga por desconhecidos

A ARDH tomou conhecimento através das redes sociais que o Professor, activista político e social, e defensor de direitos humanos, Adriano Nuvunga, foi ameaçado de morte por pessoas desconhecidas ontem,15.08.2022, num acto de intimidação e caça às liberdades e direitos dos defensores de direiros humanos em Moçambique.

Esta actitude e seus autores, configuram crime penalizável nos termos da Lei e que cidadãos de bem não deveriam ser sujeitos a tais civícias morais e físicas só porque defendem interesses das maiorias.
A ARDH condena, deplora e grita em tom alto, que nenhum Moçambicano deve ser ameaçado, calado ou impedido de desempenhar seu papel na sociedade, pelo facto de sua acção afectar directamente a entidades cuja acção se descreve nas críticas que o Professor Novunga tem desenvolvido, a nivel da midia e no seu trabalho nas diferentes frentes de intervenção a que esta afeto.

A ARDH quer deixar claro que Moçambique é um Estado de Direito, onde as liberdade estão consagradas por lei e que qualquer insatisfação sobre a acção dos cidadãos em Moçambique, o fórum de resolução são os magistérios e nunca aos tiros.

Desencorajamos enquanto associação de defesa de direitos humanos, esta actitude medíocre, de intolerância, de vergonha, e que não dignifica Moçambique e os Moçambicanos.

Somos pelo equilíbrio no uso das prerrogativas que são postas e impostas por lei, para derimir conflitos e nunca, o retirar a vida de concidadãos como medida retaliatoria.

Não aceitaremos que a sociedade civil seja vingada e ameaçada, por desenvolver seu papel legal na nossa sociedade.

Apelamos aos autores para que parem com este tupo de ameaças e que a sociedade não irá regredir dos seus direitos, por este tipo de actos.

Ao professor Nuvunga abraçamos-te em todas as causas que tem defendido, em prol da sociedade e encorajamos-te a continuar sem abnegação, denunciando e repudiando a mediocridade no nosso seio, seja lá quem for afectado nestas missivas que desenvolve.

Tenha coragem e continui firme e estamos juntos.

O Coordenador Geral

Sérgio Matsinhe

Quaria News

QUARIA NEWS Quaria News é uma plataforma de jornalismo online com princípios democráticos ao dispor do País e ao mundo fora, que tem como principal objectivo assegurar ao leitor o direito de ser informado com verdade, rigor e isenção. Tudo o que a Quaria News traz é público, são informações de primeira, resultado de seu trabalho investigativo, originalmente feito por seus editores e jornalistas que depois tornaram público ajudando ao leitor a tomar a sua opinião. QUARIA NEWS fáz cobertura jornalistica com vista analítico de economia política, respeitando as diversas ideias, motor de desenvolvimento da nossa democracia. Para QUARIA NEWS a tecnologia não está para mudar a informação, pois muda e sempre mudará os meios de informação, A VERDADE SEMPRE PREVALECE. A QUARIA NEWS constitui sem prejuízo os seus valores e a sua vivacidade jornalistica, um traço de união entre todos os moçambicanos, independentemente das suas opiniões politicas, localização regional ou crenças religiosas, desempenhando um papel moderador de Conflitos que se manifestam na sociedade Moçambicana! A QUARIA NEWS concilia a sua vocação de órgão de grande informação através de vários meios de transmissão e difusão da mesma, com o seu papel tradicional de jornal de referência com responsabilidades na formação de opinião pública dirigente. A QUARIA NEWS respeita o normativo da Constituição da República, segundo o qual o exercico dos direitos de liberdade de expressão e informação, "não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo de censura", entendendo-se por censura a sonegação ilícita de informações, por razões políticas ou outras, e não a necessária e legitima seleção de notícias e artigos de opinião. A QUARIA NEWS assegura, nas suas páginas, a possibilidade de expressão e confronto das diversas correntes de opinião existentes no País, mas não se esquece que o bom Jornalismo se faz com o trabalho dos jornalistas e dos editores. QUARIA NEWS produz um jornalismo apartidario, crítico e independente, cultivando o contraditório como método inalienável. QUARIA NEWS verifica, escrupulosamente, as fontes noticiosas utilizadas e procura identifica-las com precisão, reservando-se o direito de analisar caso a caso, as circunstâncias excepcionais que possam justificar o recurso nos termos da lei, à respectiva confidencialidade, constituindo-se o jornal em grande da sua autencidade. QUARIA NEWS estabelece, rigorisamente, a distinção entre notícias e comentários, na base do princípio de que" os factos são sagrados, os comentários são livres", sem prejuízo da necessidade de ordenar, relacionar e explicar os acontecimentos relatados. A QUARIA NEWS assume responsabidade de emitir opinião própria, através de editoriais assinados pela Direcção, sempre de acordo com a linha editorial, que se define pelas seguintes caracteristicas: *Hierarquiza o seu noticiário segundo critérios de natureza jornalística, procurando avaliar a sua importância relativa, com a objectividade possivel e não consoante apriorismo ideológicos; *Respeita um conceito de seriedade jornalistica e não cede ao apelo fácil do sensacionalismo, que procede através da expansão do escândalo político, do crime e do sexo, apesar de ter conhecimento dos benefícios possiveis em termos de mercado de leitura. * Repugna o jornalismo do tipo confidencial, que não exista perante a devassa á intimidade da vida privada dos cidadãos nacionais ou residentes do mesmo modo que se recusa a conduzir campanhas com objectivos de denigrir a reputação de pessoas ou instituições. A QUARIA NEWS consagra particular atenção, na linha que é tradicional, ao noticiário e a divulgação cultural, e procurarmos manter as suas colunas abertas a colaboração das personaludades de maior relevo a cultura Moçambicana. A QUARIA NEWS garante a seus profissionais de jornalismo, o pleno respeito pelos princípios éticos de imprensa, consagrados no Estatuto do Jornalista e no Código Deontologico da profissao e reconhece a importância da acção do Conselho de Redação, para a respectiva salvaguarda. QUARIA NEWS segue a orientação definida nos termos da Lei 18/91 de 10 de Agosto, pelo seu Director e por este Estatuto Editorial, tendo como limites os princípios consagrados na constituição.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo